Connect with us

Diversos

Atypical: a importância de entender sobre autismo

Published

on

Talvez você não saiba, mas dia 2 de abril é comemorado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data existe com o objetivo de propagar informação e acabar com estereótipos que cercam esse transtorno e impedem pessoas autistas de exercerem plenamente seus direitos sociais. 

Embora ainda existam poucos filmes e séries que retratam, de maneira real, o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), a Netflix lançou em 2017  “Atypical”, uma comédia dramática que cativou inúmeros fãs neurotípicos e neurodivergentes. 

A série “Atypical” nos conta a história de Sam Gardner, um adolescente autista que luta todos os dias pelo autoconhecimento e pela sua independência, uma vez que a sua mãe, Elsa Gardner, o trata de forma superprotetora. 

Acompanhamos também a jornada que Sam enfrenta, cotidianamente, para sentir-se incluso dentro do ambiente escolar e fora dele. 

 A dificuldade enfrentada pelo protagonista revela os preconceitos de uma sociedade que duvida das capacidades intelectuais e emocionais de pessoas neurodivergentes, dificultando a vida afetiva, social, acadêmica e profissional dessas pessoas.  

A série ainda conta com um time de atores e atrizes com TEA – ponto positivo que dificilmente encontramos em séries e filmes que se propõem a retratar o assunto -, apesar desse time só ter sido escalado após críticas dos telespectadores. 

De forma bem-humorada, “Atypical” nos prende em sua trama e aborda também outros temas importantes, como: luto, inseguranças, amadurecimento e diversidade sexual. 

Ficou curioso? Assista abaixo o trailer da primeira temporada! 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.